Cada um tem o que merece ou “aquele-em-que-me-queixo-da-sorte-de-me-ter-calhado-um-filho-geminiano”;)

Mesmo na época em que achava que a maternidade era uma ideia longínqua (e que, confesso, até talvez não fosse feita para mim), algo que sempre pensei foi que não queria /gostaria de ter um filho gémeos. Não falamos aqui de dois seres pequeninos e deliciosamente idênticos mas sim, do signo astrológico. O que importa aqui, previamente, esclarecer, é que sim, eu sou “uma dessas pessoas” que acredita na astrologia e que compra, religiosamente, o livro do Paulo Cardoso todos os anos e exclama coisas por vezes tão irritantes como “ui-és-escorpião” e que, por esses mesmos motivos, perde, efetivamente, tempo a pensar nestes temas.

Mas pq gémeos? É uma cruzada pessoal, perguntarão vocês. Não, afirmo-vos eu. A verdade é que fui bafejada com a sorte de ser desse signo astrológico. E que muitos dos meus amigos mais próximos (para além dos meus queridos sagitários, mas falamos disso noutro post) também o são. E que o Rico Filho se veio juntar a uma família em que tanto a mãe (eu), o tio e avó paterna já nasceram sobre o signo da dualidade.

É por tudo isto que sempre cruzei os dedos na esperança que me calhasse um sagitário ou um aquário, mas, como o karma é tramado, quis o destino (e vá, desconfio que isto tem dedo da avó materna que me deve querer ter dado a provar uma amostra do que passou comigo) que o Rico Filho viesse contribuir para a superioridade geminiana do meu Clã e que eu tivesse uma mini versão de mim própria, não só física, como psicologicamente. Em que é que isto se traduz? Num bebé adorável e incrivelmente curioso (FOMO anyone?) mas que também muda de humores como o tempo num daqueles dias em que o São Pedro está com uma crise de identidade e que sorri a toda a hora mas que, rapidamente, transforma a mais sonora gargalhada num pranto se é contrariado. No fundo, acabo por ter diferentes filhos num só, o que tem, como ponto positivo, zero minutos de aborrecimento (e q eu vou, secretamente, esperar que não termine numa versão Hulk/ Bruce Banner:P).

Aproveitando o tema do post, partilho mais sobre as mães e crianças de cada signo, p/começarem a segunda-feira numa tónica descontraída e terem tema para a próxima conversa de elevador ou enquanto esperam no consultório do(a) pediatra;)

6584ebfcca8fab95fe3b867deebb682d

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s