06/06/2016

Há exatamente um ano atrás, com 38 semanas, achei uma ótima ideia ir manter o meu ritual anual da visita à feira do livro. 

Não estava este tempinho funham que temos hoje.  Na verdade, fazia um calor abrasador mas eu, no esplendor redondo da minha quase gravidez de termo, pensei que à noitinha não fazia mal e liguei à amiga mais viciada em livros que tenho- sim, SL, estou a falar de ti:)- , convenci o Rico Pai a ir lá ter e levar a “maivelha” – a nossa labrador que é como uma pequena sombra que vai connosco para todo o lado- e pus pés (inchados) a caminho que havia muitos livros para comprar.

Comemos gelados, percorri os corredores de cima abaixo e comprei tudo o que havia para comprar de livros para pais e bebés. 

Cheguei a casa cansada mas com sentimento de dever cumprido.  Já tinha leitura para os momentos mortos dos primeiros dias da maternidade (que, mal sabia eu, não iam ser nenhuns. Santa ingenuidade).  Antes de me deitar, postei uma foto dos livros e achei que tinha que tirar uma foto à minha barriga (coisa a que vos vou poupar) para guardar para a posteridade.  Afinal, estava de 38 semanas com baixo líquido amniótico e visita marcada à obstetra para daí a 3 dias, com grande probabilidade de já não voltar para casa.  

No fundo, eu não sabia que já sabia o que ia acontecer daí a umas horas. Rebentam as águas e ala para o hospital que o Rico Filho estava pronto para conhecer o mundo.  E não me deixar ler todos aqueles livros que comprara;)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s